Heitor vai enviar novas denúncias ao TCE sobre contratação de bandas

julho 08, 2009 ·


O deputado Heitor Férrer (PDT) voltou a criticar, em pronunciamento feito na sessão desta quarta-feira (08/07), a contratação de bandas de forró para eventos do Governo do Estado no interior do Estado. O parlamentar disse que vai encaminhar nova representação ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) pedindo que seja analisado cada contrato.

Segundo o parlamentar, somente no primeiro semestre deste ano, o Estado pagou R$ 4,8 milhões com a contratação de bandas de forró, a um custo de R$ 15 a R$ 20 mil por show. “Nós somos um Estado pobre, com um povo paupérrimo, que precisa ainda satisfazer suas mais básicas necessidades”, lembrou Férrer, comparando o Governo do Ceará ao império romano, que oferecia pão e circo para “enganar” o povo. “A diferença é que naquele tempo o imperador dava o pão também, aqui no Ceará o Governo resolveu dar apenas circo”, lamentou.

O deputado destacou que o TCE já decidiu, na última terça-feira, multar o secretário da Casa Civil, por entender que houve irregularidades na contratação de bandas de forró para animar eventos do Governo estadual. “Vou encaminhar para o Tribunal de Contas para que possa fazer avaliação de contrato por contrato e que continue na mesma linha de multar o gestor que autoriza essas despesas”, afirmou.

Heitor Férrer lamentou que, enquanto o Governo gastou essa quantidade de dinheiro com bandas de forró, uma emenda ao Orçamento de sua autoria pedindo a criação de uma unidade para tratamento de cálculo renal foi rejeitada na Assembléia. “Esse sistema para se retirar o cálculo renal custaria no máximo R$ 700 mil, mas não pôde ser colocado para se fazer essa unidade, mas pode ser desviado para se fazer o marketing político do governador nas viagens que ele faz ao interior do Ceará”, criticou.

O deputado condenou ainda o gasto, entre os dias 2 a 7 de julho, de R$ 2,3 milhões com o programa “Férias do Ceará”. “Dinheiro do povo do nosso Estado, povo este que tem 52% de pessoas na linha de pobreza e 37% na linha de miséria e um milhão de cearenses na extrema indigência”, disse.
LM/CG

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social

0 comentários:

FACULDADE CATÓLICA DE QUIXADÁ

FACULDADE CATÓLICA DE QUIXADÁ

FACULDADE CISNE

FACULDADE CISNE

CAMPUS UFC/QUIXADÁ

CAMPUS UFC/QUIXADÁ
Próximo a UFC e IFCE

LOTEAMENTO RENATO CARNEIRO

LOTEAMENTO RENATO CARNEIRO

AEROPORTO QUIXADÁ

AEROPORTO QUIXADÁ

HOSPITAL REGIONAL - QUIXERAMOBIM

HOSPITAL REGIONAL - QUIXERAMOBIM

HOTEL VALE DAS PEDRAS

HOTEL VALE DAS PEDRAS

POLICLÍNICA QUIXADÁ

POLICLÍNICA QUIXADÁ