Osmar Baquit denuncia ameaças contra família do prefeito de Iguatú

junho 16, 2009 ·

O deputado Osmar Baquit (PSDB) denunciou na sessão desta terça-feira (16/06) da Assembléia Legislativa a atitude de incitação à violência que está sendo adotada por uma emissora de rádio de Iguatu, por meio de um dos seus radialistas, que chega até mesmo a fazer ameaças veladas, em seu programa, à vida dos três filhos e aos pais do prefeito Agenor Neto. Como uma reação a isso, a população de Iguatu organizou a Caminhada pela Paz, que acontecerá naquela cidade no próximo sábado. “Eu não sou nem votado em Iguatu, mas estarei lá apoiando a população e o seu desejo de paz e harmonia, bem como ao prefeito Agenor Neto e sua família”, disse ele.

Baquit informou ainda que vai entrar com uma ação na Justiça Comum pedindo direito de resposta, uma vez que teve seu nome citado com zombarias e calúnias pelo radialista. Ele espera que a Justiça atenda seu pedido para que exerça seu direito de resposta indo diretamente ao estúdio da referida rádio para uma entrevista. Segundo o deputado, a verdadeira campanha que está sendo feita pelo radialista contra o prefeito de Iguatu e o seu pai, deputado José Ilo Dantas, já passa dos limites, chegando ao ponto de conter ameaças veladas à vida deles e de seus filhos.

O parlamentar disse que isso vem partindo dos concessionários da emissora como uma forma de fazer oposição. Ele garante, porém, que esse não é o comportamento da oposição no município. “Essa é uma oposição raivosa e não representa a totalidade das forças de oposição do Iguatu que deve, numa democracia, existir para criticar, fiscalizar, mas não para ameaçar e promover a violência”, disse ele.

Osmar Baquit citou literalmente algumas das afirmações do radialista que configuram ameaças como, por exemplo: “Se eu tivesse 10 mil reais resolvia esse problema com o Prefeito. Iria para uma cidadezinha de Pernambuco e resolvia o meu problema”. E também: “Olhe, cuidado! Você tem três garotos e sua mãe e seu pai ainda estão vivos”. Para Baquit, essas afirmações são claramente uma ameaça a vida das pessoas citadas pelo radialista.

Por isso, o deputado tucano pediu que a Câmara Municipal de Iguatu faça uma moção de repúdio a esses atos e que seja aprovada por unanimidade, para estar de acordo com o desejo de paz das populações locais. O deputado disse que também vai elaborar um requerimento idêntico e apresentar na Assembléia Legislativa.

Por fim, Osmar fez questão de destacar que a administração de Agenor Neto está sendo um marco na história de Iguatu, onde o povo já não reclama de obras básicas como calçamento e saneamento. “O povo agora, notadamente os jovens, já se preocupam em saber que oportunidades de emprego terão quando terminarem seus estudos. Isso demonstra o nível cultural que se eleva quando um povo tem suas necessidades básicas atendidas”, concluiu.
LU/AF

AINDA NA ASSEMBLEIA

Rachel pede alteração de medida que concede crédito especial a agricultores

A deputada Rachel Marques (PT) defendeu, na sessão plenária desta terça-feira (16/06) da Assembléia Legislativa, que o Conselho Monetário Nacional (CMN) modifique a resolução que define os critérios dos beneficiários do crédito especial disponibilizado pelo Governo Federal aos pequenos produtores rurais de oito estados do Norte e Nordeste afetados pelas enchentes. A petista disse que não concorda com o artigo da resolução do CMN que dá direito ao crédito de R$ 285 milhões somente aos municípios que decretaram estado de emergência ou calamidade entre 1º de abril e 13 de maio. No Ceará, apenas 20 municípios estão nesse perfil.

A parlamentar informou que apresentou um requerimento solicitando que a Assembléia Legislativa negocie a alteração com o CMN, já que 133 municípios cearenses estão em estado de emergência. “Acontece que as chuvas se intensificaram em maio, e muitos municípios só decretaram emergência no final de maio, e mesmo os que fizeram em abril, só tiveram os decretos homologados em junho”, argumentou ela. “Esses recursos são fundamentais para os assentamentos nesse momento”, avaliou, referindo-se aos R$ 285 milhões.

Rachel ressaltou que as chuvas no Estado superaram a média histórica do período em 59%. “Vários assentamentos tiveram suas safras totalmente ou parcialmente perdidas por causa da chuva. Há um clamor pela agilidade na liberação do Seguro Safra, mas somente isso não é suficiente”, ponderou.

Conforme destacou a deputada, o CMN prorrogou ainda o vencimento das parcelas dos financiamentos de custeio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), do Banco da Terra, do Programa Nacional de Crédito Fundiário e do Programa Especial de Crédito para a Reforma Agrária. As medidas, contudo, também só são válidas para municípios que decretaram estado de emergência ou de calamidade pública.

Em aparte, o deputado Moésio Loiola (PSDB), corroborou com a deputada petista. “A sua preocupação é pertinente”, disse. O tucano acrescentou ainda que a situação dos agricultores é agravada por conta do comprometimento da malha viária, fazendo com que muitos distritos fiquem inclusive isolados.
DA/CG

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social

0 comentários:

FACULDADE CATÓLICA DE QUIXADÁ

FACULDADE CATÓLICA DE QUIXADÁ

FACULDADE CISNE

FACULDADE CISNE

CAMPUS UFC/QUIXADÁ

CAMPUS UFC/QUIXADÁ
Próximo a UFC e IFCE

LOTEAMENTO RENATO CARNEIRO

LOTEAMENTO RENATO CARNEIRO

AEROPORTO QUIXADÁ

AEROPORTO QUIXADÁ

HOSPITAL REGIONAL - QUIXERAMOBIM

HOSPITAL REGIONAL - QUIXERAMOBIM

HOTEL VALE DAS PEDRAS

HOTEL VALE DAS PEDRAS

POLICLÍNICA QUIXADÁ

POLICLÍNICA QUIXADÁ