Filme de ficção científica será rodado em Quixadá e Quixeramobim

junho 01, 2009 ·

Começam dia 8 de setembro as filmagens de Area Q, longa-metragem de ficção científica sobre contatos imediatos do terceiro grau. O filme é uma co-produção EUA e Brasil (Reef Pictures Inc., ATC Entretenimentos e Estação Luz Filmes) é produzido por Halder Gomes e Gerson Sanginitto, que trabalharam juntos na direção de Cadáveres 2; Sanginitto assinará a direção de Area Q, cujo roteiro é de Júlia Câmara.

Em conversa por e-mail, Gomes revelou que a ideia de Area Q surgiu no último encontro que o produtor e roteirista teve com Gerson a Carina Sanginitto, em Los Angeles. O trio é o responsável pelo argumento do longa. "Eles estavam com um projeto de ficção científica para rodar no Arizona", revela. "Meu trabalho de um bom cearense 'bairrista' é atrair para o meu Estado projetos cinematográficos. No caso do Area Q, sugeri escrevermos uma nova história inspirada nos recorrentes casos de avistamentos de OVNIs no Ceará. O Gerson, como diretor, e a Carina, como diretora de fotografia, ficaram encantados com os relatos e beleza das locações", conta.

"Desde minha infância escuto as histórias de avistamentos e abduções no interior do Ceará, especialmente no que resolvemos chamar no filme de Area Q, que corresponde aos municípios de Quixeramobim e Quixadá", revela Halder. Area Q será rodado na cidade cearense de Quixeramobim e vizinhas (mundialmente conhecidas por suas aparições de ovinis), além de Los Angeles, nos EUA; os testes de elenco terão início em breve, em Fortaleza e Los Angeles. "Existem até teorias de que a Area Q foi alvo de testes nucleares americanos na década de 50, razão pela qual, juntamente com as grandes reservas de urânio na região, podem estar relacionadas às aparições de OVNIs", continua o produtor.

O próprio Halder Gomes admite que já teve uma experiência como as que serão mostradas no filme, cujo roteiro tem como base experiências já relatadas na região. "Não tenho a menor intenção de querer promover o filme dizendo que sim, mas já tive um contato imediato de primeiro grau", afirma o produtor. "Foi um avistamento compartilhado por cerca de outras 50 pessoas, na década de 80, em Quixeramobim", revela. "Coincidentemente, foi muito parecido com o relato da Raquel de Queiroz (que relatou a experiência em sua coluna na revista Cruzeiro, na década de 60). Se era um fenômeno natural, balão metereológico, não sei, o fato é que nunca vi nada igual novamente e nem encontrei nenhuma explicação científica plausível para o avistamento, a não ser de um ‘objeto voador não identificado, na sua essência da palavra", conta o produtor.

A produção traz ao Brasil uma parceria inédita no país: o incentivo da Panavision - por meio da sua matriz, em Hollywood - a uma realização nacional, que associou-se ao projeto cedendo temporariamente um dos mais avançados equipamentos de câmeras de alta definição do mundo, Gênesis, que foi utilizado em filmes como: Superman - O Retorno, Déjà Vu e Apocalypto.

De acordo com Gomes, Area Q já desperta intenções de distribuição no Brasil, EUA e outros países, e a expectativa é que o longa seja lançado em abril de 2010. "Temos ótimas expectativas de mercado, pois o tema intriga o imaginário de todos, até mesmo dos mais céticos", acredita o produtor, que já visitou algumas locações para o longa. "No caso do Area Q, teremos uma visão única do sertão cearense, através do olhar ambíguo entre a ufologia e religiosidade", continua Gomes. Glauber Filho, diretor de Bezerra de Menezes: Diário de um Espírito, será produtor executivo da ficção científica. Os efeitos especiais em computação gráfica serão dirigidos por Márcio Ramos, diretor do premiadíssimo curta-metragem Vida Maria.

A proposta de Area Q passa longe dos temas explorados na safra cinematográfica mais recente, que ganha força a cada ano. Com as parcerias que vêm sido firmadas também com produtoras nacionais, o longa tem a possibilidade de explorar um gênero pouco presente na produção nacional. "Estamos começando a ver outros aspectos das nossas histórias e estou muito confiante que o Gerson fará uma bela direção", aposta o produtor. "É um filme que fala de coisas boas e de esperança para um planeta totalmente perdido em seus valores humanitários."

Fonte; cineclick

2 comentários:

Anônimo disse...
3 de junho de 2009 17:35  

quem será o ator principal o bob peças...

Anônimo disse...
7 de junho de 2009 21:25  

Legal!!! Quixada como um studio de Hollywood!!!

FACULDADE CATÓLICA DE QUIXADÁ

FACULDADE CATÓLICA DE QUIXADÁ

FACULDADE CISNE

FACULDADE CISNE

CAMPUS UFC/QUIXADÁ

CAMPUS UFC/QUIXADÁ
Próximo a UFC e IFCE

LOTEAMENTO RENATO CARNEIRO

LOTEAMENTO RENATO CARNEIRO

AEROPORTO QUIXADÁ

AEROPORTO QUIXADÁ

HOSPITAL REGIONAL - QUIXERAMOBIM

HOSPITAL REGIONAL - QUIXERAMOBIM

HOTEL VALE DAS PEDRAS

HOTEL VALE DAS PEDRAS

POLICLÍNICA QUIXADÁ

POLICLÍNICA QUIXADÁ