Usina de biodiesel de Quixadá pode captar recursos da China

maio 21, 2009 ·


Todos os projetos da Petrobras, inclusive da refinaria Premium II que será instalada no Complexo Industrial e Portuário do Pecém ou a usina de biodiesel de Quixadá, poderão contar com investimentos chineses.


O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli de Azevedo, realizou na última terça-feira uma apresentação sobre as oportunidades de investimentos no setor de energia no Brasil durante o seminário “Brasil-China: Oportunidades para Parceria Estratégica”. O evento, realizado na Casa de Hóspedes, em Pequim, faz parte de visita oficial do presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, à China.


Participando do evento e representando o Ceará, o presidente da Agência de Desenvolvimento do Estado (Adece), Antônio Balhmann, explicou que Gabrielli apresentou aos chineses o rol de projetos da estatal que estão abertos para receber investimentos. Preferindo não citar apenas a refinaria do Pecém, Balhmann disse que “todas as unidades da Petrobras poderão receber investimentos chineses”.


No mesmo dia da apresentação, a Petrobras obteve um empréstimo por parte da China de US$ 10 bilhões por 10 anos, além de ter fechado um acordo para fornecer petróleo ao grupo chinês Sinopec, maior refinaria da Ásia. O empréstimo do China Development Bank permitirá à estatal desenvolver e comprar bens e serviços na China, segundo a empresa.


Fornecimento de petróleo


Além disso, a Petrobras também assinou um acordo com uma filial de Sinopec para fornecer petróleo bruto durante o período de uma década. ´Os volumes de exportação serão de 150.000 barris por dia no primeiro ano e de 200.000 barris por dia durante os nove anos seguintes´, afirmou a estatal em comunicado.


´Dentro do contrato assinado com o China Development Bank foi acertado aumento das atuais exportações de petróleo bruto do Brasil para a China´. O Ministro dos Portos, Pedro Brito, também prospecta negócio com os chineses. Em encontro com representantes da empresa China Communications Constructions Company Limited, foram tratadas questões relativas ao financiamento da expansão portuária no País.


Com grupos de investidores chineses, também tratou de oportunidades de negócios no setor portuário; e da empresa automobilística chinesa JAC, que tem planos de construção de uma planta para fabricação de carros populares e caminhões no Brasil.


Carol de Castro

Repórter/Diário do Nordeste

0 comentários:

FACULDADE CATÓLICA DE QUIXADÁ

FACULDADE CATÓLICA DE QUIXADÁ

FACULDADE CISNE

FACULDADE CISNE

CAMPUS UFC/QUIXADÁ

CAMPUS UFC/QUIXADÁ
Próximo a UFC e IFCE

LOTEAMENTO RENATO CARNEIRO

LOTEAMENTO RENATO CARNEIRO

AEROPORTO QUIXADÁ

AEROPORTO QUIXADÁ

HOSPITAL REGIONAL - QUIXERAMOBIM

HOSPITAL REGIONAL - QUIXERAMOBIM

HOTEL VALE DAS PEDRAS

HOTEL VALE DAS PEDRAS

POLICLÍNICA QUIXADÁ

POLICLÍNICA QUIXADÁ