Campanha mobiliza Quixadá

maio 10, 2009 ·


Quixadá. Somente quem já sentiu na pele ou tem muita sensibilidade é capaz de fazer algo por alguém que nem conhece, mas necessita de ajuda nos momentos mais angustiantes da vida. A sensação de perda se torna ainda maior quando não se encontra um ombro amigo para um momento de consolo. Nessas horas, a solidariedade é o melhor remédio. Pois se depender dos radialistas de Quixadá, até à próxima sexta-feira, pelo menos mil famílias receberão a solidariedade do povo dessa terra.


Ninguém sabe, ao certo, de onde a ideia partiu, ou prefere não dizer. O fato é que a cadeia solidária, formada por profissionais das rádios Cultura, Central FM, Digital FM, Liderança FM, Monólitos e Sitiá FM, pretende mobilizar toda a cidade na campanha “Um quilo um abraço, toneladas de gratidão”. Nessas horas, a concorrência é esquecida em nome de quem precisa de abrigo seguro e alimentação. É o pensamento da ex-radialista Claudinha Montenegro. Ela articula os colegas no amparo especial aos flagelados das enchentes.


Amor ao próximo


Na opinião do radialista Herley Nunes, a mobilização é mais do que necessária. É uma questão de amor ao próximo. Ninguém está preparado para um momento destes. As pessoas precisam de ajuda é hoje mesmo. Com a comunhão dos colegas será possível atingir a meta dos 20 mil quilos de alimentos e produtos de higiene para as famílias cearenses atingidas pelas enchentes no Estado. Além das cidades vizinhas, poderão ajudar os desabrigados do Vale do Jaguaribe.


Atualmente free lancer, como define sua situação profissional, Caudinha encontrou na necessidade dos outros, dos milhares de desabrigados no Ceará, um motivo mais importante para se dedicar nestes dias. Ela confessa que já havia passado por coisa parecida. Nessas horas, a dor da indiferença é muito maior. Dormir na rua ou quase isso não é nada agradável. Ter que apertar o “bucho” para garantir o pouco de comida que resta para os filhos, também. Uma doença horrível. A cura está no sorriso e no abraço de quem sabe o verdadeiro valor da gratidão.


Daí o esforço em realizar a campanha com a meta de multiplicar 20 vezes as últimas arrecadações voluntárias na cidade para doação aos necessitados. No ano passado, um batalhão de moto romeiros conseguiu uma tonelada. Cinco anos antes, um grupo de jovens da Associação Cultural Artística e Ecológica de Quixadá (Acaec) recolheram mais uma tonelada de alimentos realizando um show beneficente. As cestas básicas foram distribuídas em comunidades carentes da cidade. Não havia enchente, no entanto, a miséria era praticamente a mesma, lembram os organizadores.


A fórmula solidária será repetida. Além da campanha diária pelas ondas radiofônicas, a organização pretende realizar um show popular no Centro da cidade. O espetáculo está programado para a próxima sexta-feira, mas se aparecerem voluntários para um desafio de forró, começa na quinta. Terão que dançar ininterruptamente por 24 horas. Todos os artistas de Quixadá estão sendo convidados. Músicos, cantores, compositores, humoristas e até transformistas devem subir ao palco em prol dos desabrigados pelas enchentes.


Pode parecer pouco diante dos quase 200 mil afetados pelas chuvas, mas o gesto é de coração, lembra o universitário Marcos Marques. Promovendo o seu projeto cultural no Centro de Quixadá, vendendo cocadas com poesias, ele e o músico Paulo Holanda se sensibilizaram com a causa. Resolveram trocar parte dos doces por alimentos. Eles acreditam que bem diferente da cultura, as pessoas valorizam a solidariedade em sua terra natal.


A campanha realizada pelos organizadores da Motorromaria de São Francisco e a distribuição de cestas básicas realizada todo mês pela Comunidade Novos Horizontes são exemplos da disposição contínua em ajudar quem precisa. No fim do ano, os motoqueiros iriam enviar mais de duas toneladas para Santa Catarina, para as vítimas dos deslizamentos. Não foi preciso. Já havia mais para oferecer do que para receber, justificou a Defesa Civil à época. Os alimentos foram destinados aos carentes de Quixadá.

Alex Pimentel

Colaborador/Diário do Nordeste

0 comentários:

FACULDADE CATÓLICA DE QUIXADÁ

FACULDADE CATÓLICA DE QUIXADÁ

FACULDADE CISNE

FACULDADE CISNE

CAMPUS UFC/QUIXADÁ

CAMPUS UFC/QUIXADÁ
Próximo a UFC e IFCE

LOTEAMENTO RENATO CARNEIRO

LOTEAMENTO RENATO CARNEIRO

AEROPORTO QUIXADÁ

AEROPORTO QUIXADÁ

HOSPITAL REGIONAL - QUIXERAMOBIM

HOSPITAL REGIONAL - QUIXERAMOBIM

HOTEL VALE DAS PEDRAS

HOTEL VALE DAS PEDRAS

POLICLÍNICA QUIXADÁ

POLICLÍNICA QUIXADÁ